Sociable

2009-06-08

O que se faz quando você não tem mais o porquê viver?


Eu só sou conhecido aqui no UP por fazer posts totalmente depressivos, que deixa a todos uma impressão, pelos meus eu acho, que sou totalmente pra baixo. Errado, tenho os meus momentos e eles são, infelizmente, revelados aqui, na escrita. Mas essa pergunta não foi criada por mim, estou apenas aqui citando-a, pois, desde que ela foi feita, não paro de pensar na resposta que poderia dar a essa pessoa.
Eu não vou dizer o nome dela, é muito pessoal o que ela vem passando, e sei que seria inoportuno trazer a público. Vou pedir, até antes mesmo que ela me autorize a publicar isso, editando o que ela achar muito mal colocado.
Pois bem, eu não sou a melhor pessoa para responder isso, vou usar argumentos sentimentais para, pelo menos, transmitir o que eu acho sobre essa pessoa que tanto gosto. Ela entrou numa fase turbulenta da minha vida, e me fez acreditar que eu poderia ainda fazer amigos novos, mesmo que eles sejam distantes. Os nossos gostos são parecidos e muito diferentes ao mesmo tempo, nosso jeito sarcástico de ser e nossa sinceridade às vezes deixa muita gente irritada e invejada [neh? =D].
Sinceramente, do jeito que eu a conheço, eu realmente fiquei surpreso com o fato de tudo que ela me disse e não pude acreditar naquilo e suas palavras ficarão dias e dias na minha mente, pois eu a quero muito bem e se algo lhe acontecer, sei que ficarei me sentindo um bosta por não ter conseguido nada. Eu me sentirei pior ainda, não conseguindo passar forças a essa pessoa, que sem querer me deu muita força e me fez sentir bem tantas vezes mesmo que por longe, quando eu estava aqui sozinho e ela vinha falar comigo, nem que fosse um ‘olá’.
Passei o ano passado inteiro, desejando profundamente que outra pessoa passasse tudo que eu passei, fui realmente egoísta e, muitas vezes, roguei praga pra Deus e o mundo. Somos seremos humanos, passíveis de erro, penso eu que a minha cota de erros já ta absurda e só está no começo.
Temos também, dias horríveis em nossa vida, que defino como cruciais para as belezas que a mesma nos traz....dias em que o tudo o que eu quero fazer é socar aquela pessoa que está sorrindo na minha frente, dizendo a alguém que está no telefone falando com seu amado (a) que aquilo ali é passageiro, que logo, logo não terá mais amor. Mas eu penso duas vezes antes de dizer isso, saber como seria horrível as pessoas fazerem o mesmo comigo, como seria doloroso.
Sei que esse texto pode não ter efeito sobre toda nossa vida, mas sei que você lerá e entenderá que tudo que eu escrevi foi sem raciocínio nenhum, sem ordem cronológica nenhuma, e sim que foi de todo o meu coração pra você, sei o que você está passando e fico honrado em saber que você sabe que pode contar comigo, mas muito honrado e pode ter certeza que farei de tudo para você sair do que está sentindo, e que daremos muitas risadas juntos um dia.

De todo o meu coração, ofereço essa pequena homenagem a você, que SEMPRE será uma pessoa maravilhosa em minha vida, conte comigo pra tudo, pra tudo mesmo.

Abraços e milhões de beijos do seu amigo, Pedro Henrique Toledo.


Um comentário:

THABS disse...

Oi Riquinho... faz tempo q nao acesso seu blog, mas hj lembrei d vc...
Lembrei do qto vc eh cmg e tb o quan vc xingaria uma menina escoteira d grupo q fik fazendo um monte d coisa nda a ver e fala o tempo td q eh do escotismo, haahahahaahhaaha preciso mto t contar...
Bjaaaummm
saudades