Sociable

2008-10-27

Freud (ou Antero de Quental) Explica!

Pois bem

Andei refletindo sobre o porquê eu sou tão absurdamente desvairado.

Bom meus caros arrumei um modo de analisar isto através da visão do Realismo/Naturalismo vou falar do momento histórico de nossa geração e do meio interferindo na construção do ser humano.

Olha quem assistiu Fight Club deve lembrar-se de uma frase onde o personagem de Brad Pitt, Tyler Durden recita: "Somos os filhos do meio da história, sem nenhum propósito. Nunca tivemos uma grande guerra, nossa maior guerra é nossa depressão"
E eu diria mais, sou de uma geração pós ditadura, pouco a reivindicar, o conformismo impera (e eu meio que gosto desta idéia de me manter calmo e tranqüilo) e o nosso cenário musical atual, é meio chato olhar o premio de destaques musicais e ver que a revelação do ano é Jonas Brothers,( puta isso dói na alma) ou saber que ultimamente todas as bandas de rock que estouram têm uma pegada meio tendendo ao Emo, desculpa quem gosta, mas essa historia de “ahhh o mundo é injusto” não é muito minha praia prefiro o “Só os fortes sobrevivem” ou como bem disse o senhor K uma vez “A, mas eles são seis! Foda-se escolhe o menor e mata de porrada”, ou seja, estamos em geração “Boring“, e a falta do que fazer e esse monte de coisas me irritando é mais do que o suficiente pra me deixar maluco.

A parte mais tensa, vamos falar doo meio desenvolvendo as crianças, comecei a refletir a respeito de que meio poderia influenciar uma criança no seu processo de amadurecimento e crescimento , pois muito bem no meu caso por exemplo só me tornei de fato um internauta viciado aos doze anos, ou seja até então minha principal fonte era TV, tinha HQs, cinema, revistas, mas muita TV, e como criança saudável meu negócio sempre foi desenhos mil e então resolvi ponderar a cerca do que eu assistia.

Imaginação para uma criança é algo ótimo, mas imaginação tem limites, imaginar que seu brinquedo ganha vida , é normal, agora imaginar que seu amiguinho barrigudinho, grande brincalhão e belo urso amarelo, tem além de vida uma própria sociedade florestal onde, ursos, leitões, corujas, coelhos e tigres convivem, em harmonia e se alimentando puramente de mel, sinto muito mas isto é altamente estranho se analisado friamente, aquilo é pura apologia as drogas, o Bisonho e o Pooh falam tão devagar que só posso crer que eles usam maconha por fardos, o leitão com aquele medo absurdo só pode ser resultado de usos abusivos da drogas do medo, o paralelo entre ecstasy e o tigrão não necessita de muitos comentários e por fim para o menino Cristovan imaginar tudo isto eu acho que só pode ser feito com auxilio de ácido, muito ácido.

Os Ursinhos Gummy, sinceramente é um dos desenhos que eu mais gosto, já fui acusado por alguns de lunático, e diziam que estes ursos não existiam, resisti e através de provas concretas consegui mostrar que eles não eram fruto de minha imaginação, mas ainda assim vamos ver como funciona o poder desses carinhas, eles tomam um suco e saem pulando compulsivamente, eles claramente fazem uso de algum tipo de substancia que alteram seu estado normal e dão condições além do normal, assim como nosso querido Gaulês que também passa pelo mesmo processo ele toma uma golada do chazinho do Panoramix e de repente ele tem forças pra derrubar sozinho uma legião, outra figura que tomava algo pra ficar mais forte, Popeye que se enchia de algo verde e ficava super forte. Não, eu não acredito que aquilo que ele come seja espinafre, o cara é todo deformado e fica correndo atrás de uma baranga, meus caros aquilo é algum tipo de alucinógeno pesado.

Moral desta história, vocês crianças não são capazes de serem fodões por conta própria, precisam fazer uso de alguma substancia misteriosa.

Agora outros tipos desenhos eu poderia começar citando Dragon Ball Z (se eu tivesse três desejos um deles seria ter poder o suficiente pra destruir um planeta), mas creio que outros desenhos tenham me voltado para este sonho, desenhos como Tom e Jerry, Pica-pau, Pernalonga dentre outros, analisados friamente estes desenhos possuem níveis de violência grotescamente altos, o Tom é agredido por pianos, betoneiras, britadeiras, pás, rolos compressor, o Patolino toma tiros a cada 15 segundos, o Pica-pau sacaneia todo mundo, falsifica e rouba gasolina de carros de policia.

Pensando a cerca de tudo isto, eu ser desvairado é pouco, graças a “aqui a entidade espiritual em que você acredita” eu não sou nenhum tipo de psicótico violento, usuários de drogas variadas e estelionatário.

Bom assistam estes dois videos e tirem suas proprias conclusões:






Sem Mais.

7 comentários:

ana disse...

vc acaba com minha infancia hahaha! ja nao basta a historia da carmen miranda?
e o popeye ensinava a gnt q comer espinafre faz bem! nao era nenhum tipo de droga ok?!

Anônimo disse...

Oiiiiii

adorei! visitarei mais vezes =0

bjinhus da vó

Mayra ® disse...

"o Pica-pau sacaneia todo mundo, falsifica e rouba gasolina de carros de policia."
isso quando ele não bebe a gasolina!

gosto do seu jeito de escrever, gosto ainda meia quando ilustra o que quer passar

bjo

Alexandre w F Denófrio disse...

eu acho que vc falo muito mas esqueceu dos mandamentos!
"etica, principio e fin"

Fred disse...

Após destruir minha infância!!
eeueheueheuhe
ótimo post lek!
abraçç

maza saviñón disse...

Postando do blog inativo... O quão tonta sou eu? Mas que seja! Valeu por acabar com parte da minha infância ahusahsuhsua

Besitos

disse...

to devendo comentário neh...
eu sei eu sei... e esse nao conta como um pq eu nao li pq sao quase 5 da manha e amanha eu tenho espanhol e ja to com sono msm...
entao desculpa, amanha prometo q leio e comento...
tem post novo la tbm... bjo pros dois